Turismo espacial, primeiro voo já está programado!

Turismo espacial! O limite já não é mais visível.

Um dos fenômenos mais recentes, as viagens espaciais estão sendo prestes a serem realizadas com propósitos turísticos. O turismo espaçial já está presente no cotidiano de muitas sociedades, muitas empresas estão investindo muito nesse novo modo de lazer, a competição entre essas empresas que querem tornar o turismo espacial uma realidade está cada vez mais acirrada.

As principais empresas

  • Virgin Galactic

Após alguns fracassos, a Virgin Galactic, ressurge, com uma nova espaçonave, que foi projetada para atender as necessidades previstas, com isso os tripulantes recebem um treinamento, que prepara-os até o dia do lançamento, a base da companhia é localizada no Novo México – USA. Os testes e as operações comerciais das viagens até o espaço, ainda não têm datas estabelecidas para começar, centenas de pessoas já se inscreveram para garantir vaga nas primeiras viagens da companhia ao espaço, tendo entre os inscritos, famosos como: Angelina Jolie, Brad Pitt e Leonardo DiCaprio e o físico Stephen Hawking.

  • Blue Origin

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, têm projetos que consistem em uma espaçonave bem projetada, que seguiria uma trajetória linear, haverá preparação para toda a viagem, onde todos os “turistas”, devem realizar treinamentos, onde é incluso simulação de operações e de ambientes de gravidade zero, porém  a companhia informou que pretende enviar turistas ao espaço a partir de 2018, com isso será a primeira companhia a realizar tamanha façanha, entretanto os valores ainda não foram divulgados. Não só essas empresas, mas também, países e continentes estão investindo bastante para que isso aconteça, a Rússia e as grandes do continente asiático estão nessa disputa.

Possiveis sonhos?

As viagens pelo espaço, reservadas à imaginação da maioria da população mundial, estão cada vez mais próximas da realidade, e algumas companhias se esforçam e estão focadas em tornarem-se as primeiras a levar qualquer ser humano para o espaço, desde que esteja disposto a arcar com os custos. Enfim, essas indústrias de turismo espacial tendem a desaparecer, pois são poucas, os potenciais clientes bilionários, onde com isso muitos vão simplismente ficar sonhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito + três =